Postagens

Aos reitores de Institutos e Universidades Federais

Imagem
Venho por meio deste dizer-lhes que percebo uma grande oportunidade por meio do programa Future-se. No entanto, não se trata de uma oportunidade de melhorar, de fato a educação. Mas a oportunidade de dar uma resposta à sociedade, e principalmente para o setor da educação privado, que é melhor não mexer com quem está quieto.



Minha proposta é simples: aproveitar o Future-se, acompanhado do know how de servidores, a marca e estrutura que uma instituição como os Institutos Federais e Universidades Federais já possuem, para ingressar de vez no mercado privado, quebrando a concorrência. Imagine o seu IF ou a sua UF, de uma hora para outra, abrindo 50 mil… 100 mil novas vagas na modalidade EaD, nos mais variados cursos. Cursos de licenciaturas, engenharias, tecnologias, bacharelados, pós-graduações, etc.

Bolsonaro é louco ou o que?

Imagem
Bolsonaro deve possuir algum tipo de deficit cognitivo, ou simplesmente ter um imenso desrespeito pela legislação do país que preside. Ou ainda, se julgar superior aos demais, o dono da razão, a ponto de poder passar por cima dos direitos dos outros, cagar para a Constituição brasileira, e achar que vai ser aplaudido por isso.


O presidente desta republiqueta das bananas deve viver em uma bolha e crê ser um ser iluminado, acima do bem e do mal, acima de tudo e de todos. Só pode. Não existem outras explicações para justificar a quantidade de bobagens que este homem fala e faz.

Primeiramente vamos ao fato que ele não está, se quer, tentando atender as anseios dos que nele votaram. Não da maioria, pelo menos. Bolsonaro foi eleito por representar o que havia mais distante de questões relacionadas a corrupção e saqueamento do Estado brasileiro. Mas ele mesmo demonstra querer saquear o país. Vide o fato de embaixadas viram cabides de emprego para os pupilos.

Lembre da campanha  Em campanha, …

A humanidade está podre

Imagem
A cada dia percebo e fortaleço a minha convicção de que a humanidade está podre. Que os homens não prestam. Não servem para viver sozinhos e nem em sociedade. Percebo que estamos vivendo o apocalipse e que um meteoro se chocando contra a Terra é nossa única esperança.

Você que está lendo, deve imaginar que sou uma pessoal radial, religiosa, extremista ou louca. Não sou nada disso. Não sou diferente de você. Apenas percebi que as pessoas são ruins por natureza. Agem por egoismo e pouco ou nada se importam com o sentimento de seus semelhantes.

Seja dentro do condomínio onde moro, na minha cidade, na minha família, em famílias de desconhecidos ou do outro lado do mundo... Em qualquer lugar encontro situações e exemplos que evidenciam que o egoismo impera que ninguém se preocupa com ninguém. Não verdadeiramente. E pior, que até mesmo os raros atos de altruísmo não são totalmente desinteressados. Que até as pessoas que parecem boas, agem assim porque esperam algo em troca por seus atos de …

Serviço público é mamata, mas não

Imagem
Você que acha que ser vidor público é bom? Que é a maior mamata? Que passar num concurso significa ganhar bem e trabalhar pouco? Que servidor público é vadio, que não faz nada e atende mal as pessoas? Lamento informar, mas na maioria dos casos, você está enganado. Estou aqui, humildemente, para lhe esclarecer que as coisas não são bem assim. Sem aumento ou fundo de garantia
Você sabia que o servidor público de carreira não tem dissídio anual? Pois é. Em muitas carreiras eles só ganham aumento se fizerem greve (e olha lá). Se não, são anos e anos sem um centavo de aumento, nem se quer para cobrir a inflação. Isso acontece principalmente a cargos ligados a órgãos ou entidades ligadas ao puder executivo.
Você sabia que o servidor público também não tem fundo de garantia? Pois é. Aquela graninha que você junta ao longo dos anos para comprar um imóvel ou para sacar na aposentadoria, o servidor público não recebe. Ele até pode ser um salário bom. Mas é só aquilo. E ponto. Sem fundo de gara…

Eleições acabaram: e agora?

Imagem
Findadas às eleições. Agora é o momento de avaliar os estragos perante instituições, cenário internacional, setor econômico e imprensa. Essa avaliação leva tempo. Mas algumas coisas já podem ser apontadas como resultado desse pleito.



Primeiramente, o que fica claro é que a eleição de Jair Messias Bolsonaro representa um momento de ruptura na política brasileira. Ouso dizer que no futuro, essas eleições são vistas como um marco em nossa história, tal qual foi o fim do período de governos militares no Brasil.

O que começa a se evidenciar que é viveremos uma nova fase. No entanto, ainda é impossível definir se essa fase será positiva ou negativa. Logo de cara, do ponto de vista econômico, Bolsonaro aponta para busca de contatos com grandes potências e se distancia um pouco, de amarras provocadas por acordos e grupos, como o Mercosul.

Reação no exterior

Diante disso, o que me surpreende é a suavidade com que Bolsonaro é “recebido” pelos demais governos. O que percebi foi uma, aparente, fal…

Recuando e reagrupando

Imagem
Pronto. Está decidido. Jair Messias Bolsonaro é o novo presidente o Brasil. Assumirá o cargo em 1º de janeiro de 2019. Derrota confirmada, quem apoiou o candidato Fernando Haddad, do PT, tem todo o direito de chorar, estar chateado e um pouco revoltado nesta manhã de segunda-feira pós eleições. Mas espero, pela saúde política do país, que esse choro seja inteligente.





Espero que na maré de lamento dos derrotados a revolta não siga a mesma lógica burra que guiou a campanha no PT nestas eleições. A derrota nas urnas serviu apenas para mostrar que o Partido dos Trabalhadores falhou miseravelmente em entender o que se passa no Brasil.

O PT não perdeu para Bolsonaro. Perdeu para ele mesmo. Perdeu por apostar em Lula, criar um poste e ignorar a rejeição que a sigla carrega. Ignorou o momento de mudanças ideológicas que o Brasil passa. Ignorou as poucas falas sensatas de nomes como Cid Gomes ou Mano Brown. Estes foram alguns dos poucos que perceberam que partido parou de dialogar com as suas…

É possível ser verdadeiramente liberal no Brasil?

Imagem
Faltando dois dias para o segundo turno das eleições, depois do monte de esterco que jogaram na cara dos eleitores e das presepadas que tivemos que assistir dos candidatos, seus apoiadores e opositores, a grande dúvida que ficou para mim é: é possível ser verdadeiramente liberal do Brasil?




Vamos lá… deixa eu me explicar…

Sempre me considerei liberal. Ou seja, no campo econômico, acredito no livre comércio, Estado mínimo e na mínima interferência. Entendo que o Brasil tem um moooooonte de problema pra resolver. Questões básicas como saúde, educação e segurança precisam da mão do estado.

Agora, o resto o Estado tem mais é que sair de cima. Onde, quando e porquê cargas d'água uma empresa como Correios, por exemplo, é estratégica? Não que eu não reconheça a importância de uma empresa como Correios, só não entendo porquê, caralhas, essa empresa precisa ser necessariamente um monopólio estatal? Para o governo ter mais postos para colocar os cupinchas eleitorais? Possivelmente…

Mas esse …